quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Resenha da letra da musica 'Offline' de Gabriel Pensador


Offline


Internet todo dia
Enterrando a poesia
Destruindo o que ainda restava de nostalgia
A magia criativa
Prende a asa em sua teia
Distraindo-se em mensagens bonitas de gente feia

Gente linda
Gente horrenda
Gente boa e gente falsa
Meu miolo mole
Coice de mula
Mala sem alça
Sem calça
Sem blusa
Sem conexão no peito
Congelou meu coração
Que já não quer rodar direito

Restart
Começa do zero por outra parte
A memória tem limite
Então delete, descarte
Desconte
Desmonte
Desligue se possível
Desconecte sua cabeça
Apareça invisível

Aparecer invisível
Desaparecer na tela
Aparecer invisível
Desaparecer no mundo
Aparecer invisível
Desaparecer na vida
Pra não parecer horrível
Aparecer invisível.


A musica ‘Offline’ de Gabriel Pensador questiona a interferência excessiva das mídias na vida contemporânea. Argumenta que tanta tecnologia ao alcance do homem deturpa o processo criativo do ser humano, pois o homem deixa de lado as reflexões criticas para integrar elementos prontos e acabados oferecidos pela internet aos processos de construção.
O Pensador argumenta ainda na letra da musica que neste mundo interconectado não temos identidade. Há uma ambigüidade latente. Ao mesmo tempo em que estamos todos expostos de certa forma, estamos também “protegidos” por uma capa de invisibilidade, que por um lado é bom, pois permite a livre expressão sem medo a represálias e por outro lado bastante tenebroso, pois a possibilidade do anonimato permite com que mentes ociosas cometam atrocidades contra cidadãos comuns, pessoas físicas ou jurídicas.
A musica aborda ainda a questão da subjetividade e das relações interpessoais. Ao mesmo tempo em que podemos interagir com pessoas de todas as partes do mundo, conhecer culturas e personalidades diferentes, o ciberespaço pode abrir uma barreira enorme entre as relações humanas, pois o outro é quase que totalmente substituído pelos símbolos de sua presença.
O importante mesmo é que se consiga encontrar o caminho do meio. Aquele em que nem tudo pode ser resolvido eletronicamente, apertando um simples botão, mas que as técnicas podem ser amigas e não inimigas do homem. Basta usar o bom senso, manter o equilíbrio e cuidar em respeitar o próximo, pois mesmo quando lidamos coma as maquinas estamos lidando também com o ser humano, pois na sociedade digitalizada em que vivemos homem e maquina vivem quase um processo de simbiose, em que um não sobrevive mais sem o outro.





Um comentário:

  1. Olá!
    Como consigo essa música?
    Já procurei em todos os cantos, em todos os sites, e simplesmente não existe disponível para download.
    Se puder me ajudar, meu email é anthonygoulart@hotmail.com
    Desde já, agradeço a atenção.

    ResponderExcluir